Falta de desejo sexual

Resultado de imagem para Falta de desejo sexual

Falta de desejo sexual

A incidência e prevalência de problemas de desejo são difíceis de definir. Diferentes estudos e autores não coincidem, sobretudo por divergências nos critérios diagnósticos, e se confundem com frequência, os quadros de falta de desejo e desagrados sexuais. O que sim há consenso é que a ausência de desejo é o problema sexual mais frequente na mulher e que, até à data, a falta de desejo afeta mais as mulheres (com prevalência, segundo os autores, entre 22% e 51% da população feminina) que o homem (com prevalência, segundo os autores, entre 10% e 15% dos homens).

As pessoas que têm esse problema costumam formular desculpas para evitar uma relação sexual com seu parceiro. Quase nunca se deitam a cada vez que seu parceiro, sempre tem alguma desculpa brinco: coletar a cozinha, um programa muito interessante na tv, um trabalho urgente… às vezes essa fuga lhes supõe um sentimento de culpa, por não dar resposta a um compromisso implícito e aumentam os nervos na medida em que se dilata o encontro. Pode ser um distúrbio de toda a vida (primário) adquirido (direito), generalizado (com todas as pares) situacional (com um casal específica).

 

Imagem relacionada

O desejo sexual inibido a falta de sentimentos eróticos leva a ver a relação sexual como um fato desagradável, até mesmo um castigo. Esse problema é generalizado quando não existe interesse sexual para qualquer pessoa ou circunstância, e situacional se não aparece interesse pelo casal, mas a pessoa se sente estimulada perante as outras pessoas perante a masturbação. Algumas vezes, mais que um desejo inibido, pode haver simplesmente uma discrepância nos níveis de interesse sexual entre os dois membros do casal, que possuem níveis de interesse dentro do limite normal.

A reclamação sobre a falta de desejo sexual é muito comum. Como a causa mais frequente nomeia o alto grau de estresse a que as pessoas estão sujeitas na vida cotidiana, onde tudo tende a estar programado, menos o prazer sexual e a relação de intimidade com o casal.

Causas

Problemas de relacionamento e a má escolha do casal
Outras vezes, a falta de desejo se deve a problemas de relacionamento, como quando um dos membros do casal não se sente intimamente ligado ao companheiro. Há pessoas que têm graves dificuldades para se vincular emocionalmente, a proximidade assusta e a fusão que representa o ato sexual dá vertigem. Essas pessoas costumam ter relações turbulentas, com grandes brigas e reconciliações, sem que exista nenhuma lógica, uma vez que o balanço emocional se deve à necessidade interna de proximidade e afastamento.
Não se deve confundir a ausência temporária de vontade de ter relações sexuais com a falta de desejo sexual, que é uma doença com raízes físicas e/ psicológicas
Em outros casais, sucedem-se as lutas de poder, o casal em que parece que se está casado um contra o outro, em vez de com o outro. Em vez de somar, restam. Estão em luta contínua e sua casa não é o seu lar, senão um campo de minas, contra o que não se pode baixar a guarda. Nestas condições, é um milagre que floresça o desejo sexual. Nestes casos podem ocorrer episódios intermitentes de desejo sexual inibido. Outra das causas da falta de desejo é a escolha inadequada de um casal. Ainda que nos pareça incrível, algumas pessoas se casam e decidem se casar, mesmo com aquelas que não lhes desperta nenhuma paixão. Não podemos esquecer que a paixão implica apetite, desejo veemente de uma coisa e também sofrimento. Muitas pessoas não estão dispostas no sofrimento que representa a paixão, porque, se não se desejava apaixonadamente, a perda, se chegar, não é um trauma. Em muitas ocasiões, as pessoas costumam ter sofrido algum desengano amoroso e associam-se às pessoas atraentes do ponto de vista sexual, como perigosas, e que podem fazê-los sofrer.

 

Imagem relacionada

Tratamento
Os problemas de desejo sexual inibido tendem a necessitar de atenção sexológica e uso de medicamentos, que inclui Womax comprar. Trabalhar os fatores de predisposição, relacionados com a história erótica e da educação sexual, assim como outros que têm que ver com aspectos mais profundos e estão relacionados com os vínculos com os pais e mães com o medo de se comprometer em um plano emocional.

A falta de desejo, costuma ter um impacto importante na relação do casal, especialmente se ele é o homem que sofre esta carência. A mulher pode se sentir rejeitada e pouco atraente, provocando uma grande insegurança com respeito à relação. Os homens costumam usar melhor esta situação, graças a que os estereótipos de género propiciam uma visão da mulher menos disposta a desfrutar do sexo, enquanto que o homem costuma aparecer mais disposto. É muito importante falar com o casal de essa diminuição do desejo, deixando claro que não tem nada a ver com o que se lhe encontre menos atraente e se tenha perdido o interesse pelo relacionamento.